Comunicado da Comissão Política da Ilha das Flores – 25 de agosto de 2015
Publicado em 25 de Agosto, 2015

Má gestão da SATA afeta Ilha das Flores

A ilha das Flores está a ser gravemente penalizada pelo mau planeamento da SATA. A continuada falta de oferta de lugares disponíveis provocou um número levado de cancelamentos de reservas nos estabelecimentos hoteleiros. Alguns empresários falam mesmo em aproximadamente 20 por cento de cancelamentos durante o mês de Julho.

Apesar dos vários alertas já feitos pelo PSD/Açores e por muitas instituições da sociedade civil, persiste a falta de lugares nas ligações inter-ilhas, o que está a prejudicar a mobilidade dos florentinos.

Mas os grandes prejudicados com o mau planeamento da SATA são os doentes deslocados. Com a escassez de lugares disponíveis nos voos inter-ilhas, os florentinos que se deslocaram por motivos de saúde para o exterior foram obrigados a permanecer mais tempo que o necessário fora da sua ilha. Esta situação acarretou custos financeiros e sociais para estas pessoas.

Toda esta situação vem demonstrar a impreparação da administração da SATA, bem como do governo de Vasco Cordeiro para preparar a operação inter-ilhas durante verão.

Uma administração responsável, competente e rigorosa na aplicação de dinheiros públicos colocaria a SATA como pilar central de toda uma cadeia de valor que lhe está dependente e associada, permitindo assim uma alavancagem de toda a economia regional.

Não são necessários estudos de milhares de euros para saber que o novo modelo de transporte aéreo entre a Região e o exterior já fazia prever aumento do número de passageiros em todas as rotas, o que obrigava a SATA a fazer um planeamento adequado das ligações inter-ilhas. A falta de lugares que se está a verificar comprova que a operação da SATA Air Açores foi planeada em cima do joelho.