Governo dos Açores “responsável por destruição da SATA”
Publicado em 26 de Novembro, 2015

O PSD/Açores afirmou que o governo regional “é o responsável pela destruição da SATA”, alegando que o executivo socialista deixou a companhia aérea “a pão e água”.

Segundo o deputado Jorge Macedo, que falava durante o debate do Plano e Orçamento para 2016, no final deste ano “as dívidas do governo regional à SATA ficarão acima dos 25 milhões de euros, quando o Plano de 2016 tem apenas 5,5 milhões para pagar o que deve à companhia açoriana”.

O social-democrata lembrou que, “quando afirmamos que as contas da SATA referentes a 2013 estavam marteladas, tínhamos razão. O atual conselho de administração mandou refazer as contas e o prejuízo passou de 15,7 milhões para 30 milhões”.

Segundo Jorge Macedo, “a ingerência do governo na gestão da companhia, dando orientações para a realização e manutenção de rotas para a Europa e para o Brasil, cronicamente deficitárias, agravou o prejuízo, que passou para 35 milhões em 2014”.

“Um governo que deixa uma companhia como a SATA a pão e água, que acumulou 40 milhões de dívidas à empresa em 2013, e 45 milhões de dívidas em 2014, não tem credibilidade para apresentar qualquer número em que possamos acreditar”, frisou.

“A presente situação da SATA tem dois responsáveis, o presidente do Governo Vasco Cordeiro, e o secretário regional Vitor Fraga e, mesmo que o Governo Regional cumprisse todos os seus compromissos até ao final de 2016, ainda ficaria a dever 20 milhões de euros à SATA”, concluiu Jorge Macedo.