São Jorge. PSD/Açores evidencia “melhoria contínua” nos cuidados de Saúde

O deputado do PSD/Açores Paulo Silveira evidenciou hoje a “melhoria contínua” nos cuidados de saúde na ilha de São Jorge graças à “ação do Governo da Coligação PSD/CDS/PPM”, dando como exemplos a cobertura integral por médico de família e o aumento da deslocação de especialistas.

O social-democrata falava após uma visita ao Centro de Saúde da Calheta, infraestrutura onde, já no próximo mês de maio, “se vai iniciar a empreitada de ampliação do parque de estacionamento, através de um contrato ARAAL entre o Governo Regional e a Junta de Freguesia de Calheta”, referiu.

“Nesta unidade de saúde pude atestar o funcionamento da Unidade Básica de Urgência, com presença física 24 horas por dia, o que contraria cabalmente as recentes acusações da concelhia do PS da Calheta. Isto enquanto o internamento apresenta uma taxa média de ocupação significativa, mas existindo uma margem para novos utentes”, disse.

Paulo Silveira garantiu que “não se prevê qualquer alteração ou redução de serviços no funcionamento da Unidade de Internamento, sendo de destacar que aquele é o Centro de Saúde da ilha preparado para isolamento de utentes com patologias respiratórias”, explicou.

Ao nível da atividade assistencial, o deputado avançou que, entre janeiro e abril deste ano, “as consultas programadas na Unidade de Saúde da ilha de São Jorge (USISJ) mantêm a tendência dos últimos anos, com um aumento de deslocações de especialistas, cerca de 28 deslocações de 16 especialidades médicas, prevendo-se a realização de 1360 consultas até ao final deste mês”.

“A USISJ tem sete médicos de medicina geral e familiar, e apresenta uma taxa de cobertura de 100% da população, sendo que só no presente mês de abril, houve mais de mil consultas de medicina familiar”, frisou igualmente o parlamentar.

Para Paulo Silveira, “e perante todas estas evidências, foi com perplexidade que lemos declarações recentes da concelhia da Calheta do Partido Socialista, numa mera tentativa de iludir e enganar os jorgenses e os calhetenses, não refletindo, de todo, a realidade que todos vivemos e conhecemos”.

O social-democrata lembrou que, enquanto tiveram responsabilidade governativas, “os socialistas deixaram o Centro de Saúde das Velas no estado que todos sabemos e no da Calheta, que foi de facto ampliado, não foram capazes de acautelar as melhores condições para os utentes, nomeadamente ao nível do Laboratório de análises clínicas e da climatização do edifício”.

“Agora, que temos uma Unidade de Saúde que funciona, que procura chegar a toda a população e responder às necessidades dos jorgenses, rentabilizando os recursos de ambos os Centros de Saúde da ilha e numa lógica de complementaridade, o PS nega a realidade, única e exclusivamente para tentar semear a confusão, sem qualquer pudor de alarmar a população com acusações infundadas”, concluiu Paulo Silveira.