PSD/Açores considera que Orçamento para 2023 valoriza a Juventude

O deputado do PSD/Açores Flávio Soares considerou hoje que o Orçamento para a Região Autónoma dos Açores (ORAA2023) “assenta na valorização dos jovens e do seu papel na sociedade açoriana”.

Na sua intervenção, após a apresentação do Plano e Orçamento pela secretária regional da Juventude, Qualificação Profissional e Emprego, na Assembleia Legislativa dos Açores, na Horta, o parlamentar social-democrata entendeu tratar-se de uma proposta “responsável, realista e coerente com o Programa do XIII Governo dos Açores”.

Para Flávio Soares, “é sobretudo um orçamento que aposta fortemente na criação e manutenção de postos de trabalho, por um lado, e pela qualificação, por outro”, salientou.

Apostas estas que já revelam resultados, designadamente com o “desemprego jovem a reduzir em cerca de 22%, desde a tomada de posse deste Governo Regional”, aponta o deputado do PSD/Açores, realçando assim a “estratégia do apoio na criação de postos de trabalho, com vínculo laboral estável, como forma de estimular a recuperação económica”.

Os resultados estão à vista e são reconhecidos, como se pode constatar através dos boletins estatísticos e notícias veiculadas, “mas o Partido Socialista continua a não querer ver a realidade dos factos”, afirmou Flávio Soares.

“Bem sabemos que o Partido Socialista tinha um perfil de pôr os jovens açorianos de mão estendida”, prosseguiu o parlamentar social-democrata, congratulando “o atual Governo Regional que mudou de atitude e valoriza todos os açorianos, incluindo os mais jovens”.

O deputado do PSD/Açores eleito por São Miguel enalteceu “a estratégia adotada por este Governo com resultados bastante positivos, como demonstra, por exemplo, a redução dos Jovens NEET”, acrescentando que “são menos 900 jovens que não estudam, não trabalham, nem frequentam qualquer formação”.

Ou seja, assiste-se atualmente a “uma redução de 15,8% relativamente aos mesmos meses de julho, agosto e setembro do ano de 2021”, sublinhou Flávio Soares.

“Mas não estando satisfeito com este resultado, este Governo vai implementar no próximo ano o Gabinete de Orientação Vocacional e Profissional e que terá como objetivo diagnosticar e trabalhar os perfis dos desempregados, envolvendo-os no seu processo de integração no mercado de trabalho”, reforçou o parlamentar social-democrata que se coloca “ao lado dos jovens açorianos, indo ao encontro das suas necessidades”.

Flávio Soares lamentou que “infelizmente há quem tente puxar os Açores para trás e que nos vem habituando a uma mão cheia de críticas e uma mão vazia de propostas”, aponta assim o dedo ao Partido Socialista.

“Aliás, o Partido Socialista ao votar contra este Plano e Orçamento estará contra a participação dos nossos jovens em estágios numa outra ilha que não a sua, através do Programa de Mobilidade, Ocupação e Orientação Vocacional (MOOV)”, advertiu o deputado do PSD/Açores.

Ao que acrescenta: “o Partido Socialista ao votar contra este Plano e Orçamento estará contra a aquisição de serviços e produtos tecnológicos e digitais para as nossas associações juvenis, através do Programa de Apoio à Capacitação Digital das Associações Juvenis. E assim vemos quem está ao lado dos jovens açorianos ou não”.

O parlamentar social-democrata terminou a sua intervenção, salientando “a estratégia definida por este Governo de criar incentivos à contratação e que tem tido impacto direto e relevante na vida dos jovens açorianos, demonstrando que este Governo está no caminho certo”.