Francisco Pimentel quer reforço de recursos humanos e operacionais para a PSP nos Açores

O deputado na Assembleia da República eleito pelos Açores, Francisco Pimentel, reclama o reforço de recursos humanos, viaturas e esquadras em condições para o exercício de funções da Polícia de Segurança Pública, nos Açores.

“Há uma tendência, da parte do Governo da República, para haver uma degradação progressiva das instalações e condições de funcionamento”, criticou Francisco Pimentel à comunicação social.

O deputado social-democrata falava no final da reunião mantida com os representantes dos Sindicatos Nacional da Polícia e Independente dos Agentes de Polícia, em Ponta Delgada. Francisco Pimentel compromete-se em interpelar o ministro da Administração Interna sobre as matérias que preocupam os agentes das forças de segurança na Região.

O parlamentar do PSD/Açores na Assembleia da República advertiu para “a falta de viaturas, com inúmeras viaturas praticamente inoperacionais, e sem este instrumento fundamental para fazer o patrulhamento, não se consegue assegurar esse bem precioso que é a segurança pública”.

Francisco Pimentel chamou a atenção para a importância de integração de mais agentes nos quadros da Região, para além das vagas a concurso, de modo que se verifique “uma real presença física ao nível de patrulhamento, numa altura em que se assiste a um crescimento exponencial do turismo”.

“Neste momento temos a informação que vão ser abertas 49 vagas para efetivos nos Açores, o que já é um sinal positivo, mas é necessário o dobro das vagas a concurso”, acrescentou o deputado.

Francisco Pimentel lembrou igualmente “as condições degradantes em que se encontram os edifícios da PSP, com destaque para a Esquadra da Ribeira Grande, cujas promessas para construção de uma nova infraestrutura remontam há mais de uma década, sem que haja qualquer justificação”.

O parlamentar social-democrata frisou que está disponível para auscultar todos os sindicatos e ser seu “porta-voz na Assembleia da República”, finalizou.