Bolieiro confiante em representação do PSD/Açores no Parlamento Europeu em 2024

O presidente do PSD/Açores José Manuel Bolieiro está confiante em integração de candidato dos Açores em lugar elegível na lista nacional do partido às próximas eleições para o Parlamento Europeu, em 2024. “Espero que tenha sido a primeira e a última vez que os Açores não têm um deputado próprio ao Parlamento Europeu”, reiterou.

“Só digo duas vezes: porque é a primeira e a última”, afirmou perentoriamente.

José Manuel Bolieiro falava na sessão de encerramento do I Encontro Interparlamentar que decorreu a 21 e 22 de setembro, em Ponta Delgada, juntando deputados do Parlamento Europeu, das Assembleias da República e Legislativas dos Açores e Madeira, em torno de matérias mais prementes para o país como a saúde, a educação, a mobilidade, a agricultura e condição de Regiões Ultraperiféricas.

O líder social-democrata açoriano dirigia-se ao presidente do PSD, Luís Montenegro, enfatizando “a solidária, compreensiva e grata relação com o compromisso dos nossos deputados do Parlamento Europeu que assumiram com o projeto Missão Açores”, ressalvou.

O presidente do PSD/Açores realçou, a propósito, a “profunda convicção que é muito importante termos um representante que pudesse conhecer a orgânica governativa nas grandes causas e prioridades que escolhemos para desenvolver os Açores na próxima década”.

Por outro lado, teceu elogios ao compromisso assumido pelo cabeça de lista ao Parlamento Europeu, Paulo Rangel, com a concretização da Missão Açores que vai além da realização das Jornadas Interparlamentares, nomeando uma açoriana para a defesa das questões açorianas, autonómicas e da ultraperiferia.

“Nota que somos pessoas de palavra, um partido de compromisso e realizações”, enalteceu José Manuel Bolieiro.

O dirigente dos destinos dos social-democratas nos Açores acredita no “valor acrescentado com que os Açores podem contribuir para a União Europeia pela sua posição geoestratégica, por via da economia verde, da economia azul, transição digital, culminando com o pilar do desenvolvimento social”.

O líder do PSD/Açores está convicto que “na discussão da estratégia para o futuro da Europa, nós temos relevância e devemos afirmar essa relevância naquela que é a mensagem aos europeus, ao quadro dos seus responsáveis no Parlamento Europeu, na Comissão, no Conselho, no Comité das Regiões”, apontou.

“Temos tudo para não reivindicar como um favor, mas exigir como uma oportunidade o nosso desenvolvimento com a solidariedade da União Europeia”, rematou José Manuel Bolieiro.