“Queremos continuar a desenvolver a Ribeira Grande com projetos estruturantes”, sublinha Alexandre Gaudêncio

Alexandre Gaudêncio, candidato do PSD/Açores ao município ribeiragrandense, afirma ser seu objetivo continuar a desenvolver o concelho com “projetos estruturantes” na visita que realizou à AICOPA – Associação dos Industriais de Construção Civil e Obras Públicas dos Açores.

O social-democrata refere que o facto da nova sede da AICOPA vir a localizar-se na Ribeira Grande, após cedência de um imóvel da autarquia que se encontrava devoluto, permitirá “valorizar e dar mais notoriedade ao tecido industrial e empresarial do concelho que se encontra em franca expansão”, salienta.

Segundo Gaudêncio, a Ribeira Grande tem em carteira 15 milhões de euros em projetos para serem lançados a curto prazo, onde se inclui a nova fase da frente mar, a 2ª fase da estrada Maia-Lombinha e a 2ª fase do campo de jogos de Rabo de Peixe.

Para além dessas obras, o cabeça de lista do PSD/Açores, caso vença as eleições autárquicas, pretende lançar uma Carta Municipal de Obras Públicas.

“Dar uma nova dinâmica ao setor da construção civil no concelho, através de uma Carta Municipal de Obras Públicas, onde estarão previstas as obras para um novo mandato, será uma medida que pretendemos implementar enquanto forma dos empresários conhecerem, antecipadamente, as principais obras que serão lançadas a concurso público”, explica.

Alexandre Gaudêncio referiu que nos últimos 4 anos foram investidos 25 milhões de euros em empreitadas, com destaque para os investimentos ao nível do saneamento básico em praticamente todas as freguesias do concelho, bem como salientou a requalificação de espaços urbanos, como a Praça do Emigrante, e, ainda, o reforço do abastecimento de água, com a construção de um reservatório de 1 milhão de litros de água na zona do Pico da Pedra.

“A previsibilidade e um rumo traçado para novos investimentos são fundamentais para que os nossos empresários possam concorrer às obras”, sublinha Alexandre Gaudêncio.

“Primeiro a Nossa Terra” é a ideia defendida pela candidatura liderada por Alexandre, que concorre ao seu último mandato pelo PPD/PSD, às eleições autárquicas de 26 de setembro.