Pedro Nascimento Cabral apela a forte mobilização para consolidar desenvolvimento de Ponta Delgada

O candidato do PSD/Açores a presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, Pedro Nascimento Cabral, apelou a uma “forte mobilização” nas eleições autárquicas de 26 de setembro, de forma a “consolidar o desenvolvimento” já alcançado no concelho.

“É nosso compromisso elevar o concelho de Ponta Delgada para novos patamares de desenvolvimento social, económico e cultural, mantendo as boas práticas da gestão autárquica do PSD no Município. Os tempos que vivemos exigem estabilidade e que não se embarque em aventuras. Só assim poderemos consolidar o desenvolvimento do concelho. Para tal, é necessária uma forte mobilização nas eleições de domingo”, afirmou Pedro Nascimento Cabral, à margem de uma ação de campanha na freguesia de São José.

O candidato social-democrata salientou que o compromisso da equipa que lidera é “servir” a população de todo o concelho de Ponta Delgada, “trabalhando para que o Município atinja novos níveis de progresso”.

“A candidatura do PSD aceita a responsabilidade de manter elevados os padrões de exigência que Ponta Delgada apresenta. Assumimos o compromisso de enfrentar os novos tempos com muito esforço e dedicação, ultrapassando os desafios que o concelho enfrenta, sempre com o desígnio de ‘Servir Ponta Delgada’”, disse.

Pedro Nascimento Cabral assegurou ter o “firme propósito de trabalhar para o superior objetivo que é o de melhorar a qualidade de vida a da população do concelho de Ponta Delgada”.

“O PSD apresenta um projeto político pensado e destinado a todas as freguesias do concelho de Ponta Delgada. Vamos trabalhar com a intenção de desenvolver cada uma das nossas 24 freguesias, sem deixar nenhuma para trás. Só desta forma se garante o desenvolvimento harmónico e de todo o concelho”, sublinhou.

O candidato do PSD/Açores a presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada acrescentou ser “compromisso de honra” da sua candidatura “deixar às gerações futuras um concelho mais desenvolvido, mais moderno, com mais justiça social e com uma economia sustentável”.