Praia da Vitória. Vânia Ferreira quer auditoria financeira externa às contas do município

A candidata à Presidência da Câmara Municipal da Praia da Vitória pela coligação PSD/CDS-PP, Vânia Ferreira, avançou esta semana que a primeira medida que irá tomar quando assumir a liderança da autarquia é “requerer uma auditoria financeira externa às contas do município”.

Para a candidata pela coligação “faz todo o sentido pedir esta auditoria financeira, por auditores independentes e externos ao município, porque estaremos no início de um novo ciclo, sem amarras e compromissos de continuidade com anteriores executivos, e, por isso, queremos ter a noção clara do nosso ponto de partida e com o que podemos contar. Sempre com a máxima transparência para com os praienses”.

Vânia Ferreira relembra que “o atual executivo assumiu, desde o início, que era uma equipa de continuidade, carregando deliberadamente os erros e omissões dos mandatos de Roberto Monteiro. E a prova disso, foi a publicação do Relatório do Tribunal de Contas em 2018, que apontava para uma dívida que ascendia a 24,6 milhões de euros no município, acompanhada de uma série de recomendações à gestão da autarquia, e levantando naturalmente suspeitas, que queremos agora ver esclarecidas”, afirma a praiense.

A social democrata defende que este é “um primeiro passo seguro”, depois de um mandato que, afirma convictamente, “foi marcado pela instabilidade e pela desconfiança, ao contrário do que prometiam os socialistas ainda em campanha eleitoral. Mostraram não ser merecedores da tal «confiança no futuro», que pediram aos praienses em 2017”, finaliza a candidata.