Bolieiro assegura empenho do Governo em dar “nova esperança” aos açorianos

©PSD/Açores | Hugo Moreira

O Presidente do Governo Regional, José Manuel Bolieiro, afirmou que o Executivo está a pautar a sua atuação pela confiança, transparência e empenho em assegurar “melhores condições de vida e uma nova esperança” aos açorianos.

“O que a nós próprios nos impomos é simples: cumprir os compromissos no tempo e no quadro da legalidade da despesa pública. Uma governação de confiança e transparência. De diálogo e de concertação. Um Governo empenhado em dar aos açorianos melhores condições de vida e uma nova esperança. É preciso que todos se envolvam, que proponham, que sejam críticos, que façam escrutínio democrático. Não abdicamos destes princípios: transparência e prestação de contas”, disse.

José Manuel Bolieiro, que falava durante a intervenção final do debate parlamentar das propostas de Plano e Orçamento para 2021, destacou algumas das principais medidas que constam dos documentos, nomeadamente a baica dos impostos, a concretização das passagens aéreas inter-ilhas a 60 euros para residentes ou a implementação de um inovador programa para a fixação dos idosos em casa.

A integração de trabalhadores precários nos quadros da administração pública regional foi também destacada pelo Presidente do Governo, que garantiu igualmente o “reconhecimento, com justiça, do direito à progressão” nas carreiras destes funcionários.

“Entre tantas outras reivindicações justas, que foram ignoradas durante muito tempo, especialmente dos profissionais de saúde e dos docentes, desconsiderados antes, mas que agora serão progressivamente reconhecidos, com o suporte financeiro e jurídico já previstos neste Plano e Orçamento para 2021”, frisou.

José Manuel Bolieiro enalteceu ainda as famílias e as empresas açorianas pela determinação e resistência demonstradas no atual contexto da pandemia da COVID-19.

“Acreditamos na nossa gente e na nossa terra. No nosso futuro. Inquietos com a circunstância e o momento de saúde pública, da economia, da sociedade açoriana, mas fortalecidos na esperança da conquista de melhores tempos, para cada uma das nossas ilhas, para a nossa Região”, concluiu.