Atitude “irresponsável” do Partido Socialista dá “má imagem” da Ribeira Grande

A Comissão Política do Concelhia do PSD da Ribeira Grande considerou que a atitude “leviana e irresponsável” do Partido Socialista, ao pôr em causa o trabalho do município em prol da segurança sanitária das zonas balneares, veio dar uma “má imagem” do concelho “que não corresponde à realidade”.

“O Partido Socialista, de forma leviana e irresponsável, veio, através da comunicação social, pôr em causa o trabalho que tem sido desenvolvido pela Câmara Municipal da Ribeira Grande nas zonas balneares do Concelho, nomeadamente garantindo todas as condições sanitárias para proteger as pessoas. Com esta atitude, o PS está a transmitir uma má imagem do concelho”, disseram os social-democratas.

Segundo o PSD da Ribeira Grande, “esta acusação infundada e provocadora de alarme social apenas contribui para a insegurança das pessoas, denegrindo a imagem da Ribeira Grande e das suas gentes, cujo comportamento durante a pandemia tem sido de grande responsabilidade e consciência cívicas”.

“A Câmara Municipal da Ribeira Grande, desde o início da crise pandémica, foi pioneira em medidas de mitigação dos efeitos da mesma, nunca tendo descurado a adoção de medidas preventivas da saúde pública, em estreita colaboração com a autoridade de saúde concelhia, forças de segurança, bombeiros e muitas outras instituições”, referiram.

A Comissão Política do Concelhia do PSD, presidida por Jaime Vieira, lembrou, igualmente, que o município “procedeu à abertura das zonas balneares do concelho no estrito cumprimento das normas legais em vigor na Região, dado que os serviços camarários “são rigorosos e não facilitam” relativamente à lotação dos espaços e à permanente higienização.

“Em relação à interdição das piscinas municipais, o PSD aconselha os vereadores do PS a serem mais cuidadosos nas suas afirmações. Os vereadores socialistas, em reunião de Câmara do passado dia 28 de maio, votaram a favor dessa mesma interdição, tendo em conta o risco que a sua utilização poderia constituir para a saúde dos banhistas”, recordaram.

Para os social-democratas, “nada está acima da saúde e do bem-estar dos ribeiragrandenses e de quem visita o concelho, mais valendo ser rigoroso na prevenção e evitar males maiores que ponham em causa todo o esforço feito pelas pessoas e instituições”.

“A Câmara Municipal da Ribeira Grande não tem falta de liderança, ao contrário do Partido Socialista da Ribeira Grande. A população e os empresários sabem que podem confiar nesta Câmara. O mesmo não se pode dizer de um partido que, irresponsável e infundadamente, coloca em causa muitos postos de trabalho e a boa imagem da nossa terra”, concluíram.