JSD/Açores propõe plano regional de combate à desertificação humana e ao envelhecimento demográfico

A JSD/Açores defendeu a criação de um plano regional de combate à desertificação humana e ao envelhecimento demográfico, “que deverá ter em consideração as diferentes realidades e as particularidades de cada uma das nove ilhas”, explicou Flávio Soares.

A proposta foi apresentada na última reunião da Comissão Política Regional da JSD/Açores, tendo sido referido que “os Açores perderam cerca de 4 mil pessoas no período de 5 anos, sendo que 14 dos nossos concelhos registaram uma perda superior a 0,5% da sua população em 2018, comparativamente ao ano de 2013, e apenas o Corvo teve uma evolução contrária”, ressalvou o presidente da estrutura.

“Tanto a desertificação humana como o envelhecimento da população na Região são o reflexo do falhanço das apostas socialistas, denunciando a falta de políticas que apostem na criação de emprego e sucessiva fixação de jovens, que garantam o igualitário acesso à saúde ou solucionem os problemas de acessibilidade”, criticou Flávio Soares.

De acordo com o presidente da JSD/Açores, o plano apresentado “deverá ser elaborado por um gabinete técnico do Governo Regional, envolvendo as autarquias e as instituições locais, de forma a que todos possam contribuir de forma ativa para a resolução do problema”.

O PSD/Açores apresentou uma proposta semelhante aquando da discussão do plano e orçamento para 2020, que foi chumbada pela bancada parlamentar do partido socialista, mas, “tendo em conta a importância da problemática e o impacto económico e social no povo açoriano, a JSD decidiu trazer novamente o tema a debate”, esclareceu Flávio Soares.

A reunião da JSD/Açores ficou ainda marcada pela ratificação da nomeação de Luís Raposo como Vice-presidente da estrutura regional, depois de Luís Pereira ter assumido as funções de Secretário Geral do PSD/Açores no último Congresso Regional.