Horta. Vereadores do PSD exigem cumprimento da promessa de abertura de curso de Ciências do Mar no Faial

Os vereadores do PSD na Câmara Municipal da Horta exigiram que a autarquia desenvolva todas as diligências para que a licenciatura em Ciências do Mar passe a ser ministrada no polo do Faial da Universidade dos Açores, cumprindo assim a promessa feita em 2016 pelo reitor da universidade e pelo presidente do município.

“Em fevereiro de 2016, o Presidente da Câmara Municipal da Horta e o Reitor da Universidade dos Açores anunciaram que a licenciatura em Ciências do Mar arrancaria no Departamento de Oceanografia e Pescas (DOP) no prazo de dois anos. Passaram quatro anos e a promessa não foi cumprida”, afirmaram Carlos Ferreira, Estêvão Gomes e Sandra Goulart.

Os vereadores social-democratas lembraram que o défice financeiro e os custos da tripolaridade foram sempre argumentos invocados pela Universidade dos Açores para não abrir a licenciatura no Faial, tendo estas mesmas razões “conduzido ao desinvestimento no DOP”.

Por isso, entendem que o recente anúncio de reforço do financiamento público da Universidade dos Açores em 1,2 milhões de euros por ano até 2023 “torna obrigatório que no contrato a celebrar com o Ministério do Ensino Superior seja incluída a realização da licenciatura em Ciências do Mar no polo da Horta, projetando as dinâmicas associadas à vida académica e ao ensino superior como instrumentos de desenvolvimento social e territorial”.

“Entendemos que a Câmara Municipal da Horta tem que fazer todas as diligências ao seu alcance junto do Governo da República, da reitoria da Universidade dos Açores e do Governo Regional, no sentido de, em paralelo com o reforço do papel do DOP e o desenvolvimento do centro de investigação OKEANOS, ser assegurada a realização da licenciatura em Ciências do Mar na ilha do Faial”, afirmou Carlos Ferreira.

A proposta foi formalizada na reunião da Câmara Municipal da Horta, tendo sido agendado o seu debate e votação para a próxima reunião do executivo.