Sismologia. António Ventura denuncia incumprimento na criação de um Grupo de Trabalho importante para os Açores

O deputado do PSD/Açores na Assembleia da República, António Ventura, questionou o Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior sobre a criação de um Grupo de Trabalho, “para promover sinergias em benefício do serviço público na área da Sismologia”, cuja constituição “fez parte da declaração conjunta entre o Governo da República e o Governo Regional dos Açores, assinada a 30 de Abril de 2016”, avançou.

“Foi uma declaração de compromissos a realizar nos Açores”, recorda o social democrata, frisando que “o senhor é o mesmo ministro da Legislatura anterior, e a quem várias vezes questionei sobre alguns compromissos daquela declaração. Esta, em concreto, diz respeito direto ao seu Ministério e não foi cumprida, pelo menos que se tenha conhecimento”, disse, na questão dirigida a Manuel Heitor.

A Declaração referida “previa estabelecer um grupo de trabalho, por despacho conjunto entre o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e o Ministério do Mar, em articulação com o Governo Regional, para definir procedimentos colaborativos entre a Universidade dos Açores e o Instituto Português do Mar e Ambiente, no sentido de promover sinergias em benefício do serviço público na área da Sismologia”, enunciou Ventura.

O deputado do PSD alerta para o facto de a área da Sismologia “ser demasiado importante, pelo que nunca deverá ser negligenciada, ainda mais quando os Açores são periodicamente atingidos por crises sísmicas”, disse

Para António Ventura, “todo o conhecimento acrescido é fundamental para a prevenção e a segurança dos açorianos”, sendo que o parlamentar pretende “que se dê a conhecer o ponto de situação do compromisso da criação do Grupo de Trabalho. Mais uma coisa que prometeram e que não fizeram”, concluiu.