PSD/Açores evita “dupla penalização” de utentes do Serviço Regional de Saúde

A deputada do PSD/Açores Mónica Seidi afirmou que foi a intervenção do partido que evitou a “dupla penalização” os utentes do Serviço Regional de Saúde que recorrem às urgências, garantindo que deixam de ser cobradas taxas moderadoras em exames solicitados pelos médicos.

“O PSD alertou para os casos dos utentes que entram num serviço de urgência e são submetidos, por indicação médica, a exames, como um Raio-X, por exemplo. Não era justo que estes utentes continuassem a ser penalizados, pagando duas vezes: a taxa moderadora de acesso à urgência e o exame solicitado pelo médico”, disse a social-democrata.

Segundo Mónica Seidi, “foi a pronta intervenção do PSD/Açores que contrariou esta injustiça que o Partido Socialista tencionava perpetuar, obrigando os utentes a pagarem por exames que não pediram”.

“O PSD demonstrou, com exemplos práticos do dia-a-dia, que havia injustiças a corrigir em matéria de taxas moderadoras. De forma construtiva, alertámos para aspetos que necessitavam de correção, garantindo uma melhoria no acesso dos utentes açorianos ao Serviço Regional de Saúde”, disse.