PSD/Açores defende ativação imediata do FUNDOPESCA

O PSD/Açores alertou este domingo para a necessidade da ativação do  Fundo de Compensação Salarial dos Profissionais da Pesca dos Açores (FUNDOPESCA), “de modo a fazer face às inúmeras baixas de rendimento que os pescadores têm vindo a sofrer, devido às más condições climatéricas que, há mais de um semana, se fazem sentir nos Açores”, avança o deputado Jaime Vieira.

“Essa situação tem impedido os profissionais da pesca de irem para o mar e, consequentemente, impede-os de obter rendimentos para o sustento das suas famílias”, refere.

Jaime Vieira defende que se trata “de uma situação de emergência para os pescadores açorianos, pois há muitos que já não vão para o mar há mais de um mês”, assegura.

O social democrata considera “incompreensível” a demora na ativação daquele fundo de apoio aos pescadores, “numa altura que os Açores foram atingidos por duas tempestades, que condicionaram fortemente a vida dos pescadores da Região”, lembra.

“Esta é mais uma prova de que a atual legislação do FUNDOPESCA não abarca o que deveria de ser a verdadeira essência de um fundo de compensação salarial para os pescadores açorianos, pois a sua ativação é sempre muito morosa e, mesmo depois dessa ativação, os pescadores esperam imenso até receberem a compensação, e apenas quando a tempestade já passou há muito”, explica Jaime Vieira.

“Os pescadores já deviam ter recebido aquele apoio financeiro, para que, enquanto estes estão sem rendimento, pudessem assegurar o sustento das suas famílias”, conclui o deputado do PSD/Açores.