Universidade de Verão “é a grande escola de formação política dos Açores”

O presidente do PSD/Açores considerou ontem que a Universidade de Verão “é a grande escola de formação política dos Açores”, assumindo-se, cada vez mais “como um evento que presta um grande contributo para a consciencialização cívica  das novas gerações da nossa Região”.

Falando na apresentação da sexta edição do evento, que este ano se realiza entre 29 de agosto e 1 de setembro, na ilha do Faial, Alexandre Gaudêncio, destacou que, “desde 2014, foram mais de 150 jovens, das nove ilhas da nossa Região, a participar na Universidade de Verão da JSD/Açores. O que muito orgulha, também, o PSD/Açores”, referiu.

O líder social democrata frisou que, “uma vez mais, um conjunto de jovens terá a oportunidade de refletir sobre alguns dos grandes desafios do presente e do futuro, dos Açores e do Mundo, ouvindo especialistas das mais diversas áreas”.

“Trata-se igualmente de um contributo do partido para o combate à abstenção e  ao afastamento que os jovens podem sentir da atividade política ou partidária. Quando lhes criamos oportunidades como a UV Açores, a juventude tem a capacidade de apresentar as suas propostas e contributos”, afirmou o líder do PSD/Açores.

Uma satisfação reiterada por Flávio Soares, presidente da JSD/Açores, que esteve acompanhado por Luís Pereira, vice-presidente coordenador, e Eunice Sousa, secretária-geral, salientando o facto da Universidade de Verão “não ser para jovens da JSD ou do PSD, mas sim uma iniciativa de todos e para todos”, relembrando que os novos 30 alunos “não têm de ter qualquer ligação a nenhuma das estruturas partidárias”.

“Mais de centena e meia de jovens aceitaram este desafio e fizeram parte das anteriores cinco edições da UV. Hoje, integram organizações da nossa sociedade em todas as ilhas dos Açores, envolvem-se nas causas da sua terra ou participam em órgãos ou listas políticas” lembrou Flávio Soares.

“Rumamos este ano à ilha do Faial, depois de já termos realizado a Universidade de Verão em São Miguel, São Jorge, Terceira, Pico e Santa Maria, e serão mais 30 jovens a participar”, anunciou o dirigente.

Flávio Soares destacou “a excelência dos oradores”, no caso, “Jorge Moreira da Silva, antigo líder da JSD, antigo ministro do Ambiente e atual diretor da OCDE, sendo o responsável para a Plataforma do Crescimento Sustentável; Lídia Pereira, eurodeputada e Presidente da Juventude do PPE; Mota Amaral, primeiro presidente do Governo Regional dos Açores; Guilherme Silva, antigo Deputado à Assembleia da República pela Madeira; Paulo Moniz, cabeça de lista do PSD/Açores à Assembleia da República; Duarte Freitas, antigo líder do PSD/Açores e fundador da Universidade de Verão; ou Hélder Silva, investigador do DOP da Universidade dos Açores, entre muitos outros que enriquecem a iniciativa”, afirmou.

A Universidade de Verão tem vindo, ano após ano, “a criar credibilidade junto dos jovens e da população açoriana como uma grande escola, sendo a maior iniciativa realizada por uma juventude partidária a nível regional”, disse ainda o presidente da JSD/Açores.