Saúde. PSD/Açores exige “regularização imediata” de pagamentos em atraso a fornecedores

A deputada do PSD/Açores Mónica Seidi exigiu ao Governo Regional a “regularização imediata” dos pagamentos em atraso aos fornecedores de medicamentos, alegando que pode estar em causa o normal fornecimento de fármacos aos hospitais.

“Esta é uma situação que se tem vindo a repetir, ano após ano. O Governo Regional comprometeu-se, por mais que uma vez, a regularizar os pagamentos em atraso, mas continua sem cumprir com o acordado. Esta situação tem que ser imediatamente regularizada, sob pena de estar em causa normal fornecimento de medicamentos aos hospitais da Região”, afirmou a social-democrata.

A parlamentar do PSD/Açores lembrou que, de acordo com dados relativos ao primeiro trimestre de 2019, os três hospitais do Serviço Regional de Saúde devem cerca de 122 milhões de euros a fornecedores.

“Os empresários que fornecem o Serviço Regional de Saúde têm sempre demonstrado disponibilidade para ultrapassar esta situação. Infelizmente, o Governo Regional é insensível aos problemas que está a causar a estas empresas açorianas por não pagar o que deve”, disse.

Segundo Mónica Seidi, “está em causa a sobrevivência de pequenas e médias empresas da Região que se encontram financeiramente estranguladas, pois não conseguem suportar por muito mais tempo esta situação”.

“O PSD/Açores está solidário com estes empresários, que são um pilar essencial do Serviço Regional de Saúde, e vai continuar a exigir que o Governo Regional pague o que deve aos fornecedores de medicamentos”, afirmou.