Transporte marítimo. “Amadorismo” do Governo prejudica açorianos

O PSD/Açores criticou a “falta de profissionalismo” do Governo Regional e da administração da Atlânticoline na preparação da operação sazonal de transporte marítimo de passageiros, considerando que o adiamento da chegada de um dos navios revela “amadorismo”.

“Todas as decisões sobre a operação do verão de 2019 deveriam ter sido tomadas com a devida antecedência, por forma a lidar com eventuais imprevistos. É flagrante a falta de profissionalismo do Governo Regional e da administração da Atlânticoline. Os açorianos voltam a ser prejudicados com o amadorismo desta governação socialista”, afirmou o deputado social-democrata Marco Costa.

O parlamentar do PSD/Açores salientou que as “sucessivas trapalhadas da governação de Vasco Cordeiro põe em causa a mobilidade dos açorianos e o desenvolvimento do turismo em muitas ilhas, em especial as mais pequenas”.

“A operação de verão do transporte marítimo de passageiros perde toda a credibilidade perante os operadores turísticos, dado que durante meses é prometido um determinado navio cuja operacionalidade, afinal, nunca foi confirmada”, disse.

Para Marco Costa, o Governo Regional e a Atlânticoline “voltaram a demonstrar a sua incompetência nesta matéria, com mais um incidente a somar a tantos outros”.

“Os açorianos já perderam a conta aos sucessivos incidentes em torno do transporte marítimo de passageiros, apesar das dezenas de milhões de euros dos contribuintes gastos pelo Governo”, frisou.

Segundo o deputado social-democrata, “o Governo Regional é reincidente na falta de capacidade de planeamento, como também se comprova pelos diferentes concursos anulados para a construção de novos navios de transporte de passageiros”.