Recuperação de tempo de serviço é “vitória dos professores” contra “desprezo” do Governo Regional
Publicado em 04 de Junho, 2019

O deputado do PSD/Açores Jorge Jorge afirmou que a aprovação da recuperação integral do tempo de serviço dos professores é uma “vitória” dos docentes, perante um Governo Regional socialista que “tanto os maltratou e desprezou”.

“A recuperação integral do tempo de serviço, que hoje aqui aprovamos, é, acima de tudo, uma grande vitória dos professores dos Açores perante um Governo que já tanto os maltratou e desprezou”, afirmou o social-democrata, na Assembleia Legislativa dos Açores.

O parlamentar do PSD/Açores lembrou que, “durante um ano, o Governo Regional do Partido Socialista não fez caso das justas pretensões dos professores açorianos”, dado que o executivo “recusou negociar com os docentes e mandou-os esperar pela República”.

“Durante um ano, o Governo Regional do Partido Socialista só teve provocações para oferecer aos professores. “Estão descontentes? Chamem a polícia ou queixem-se aos tribunais”, dizia a tutela”, recordou.

Jorge Jorge acrescentou que, “apesar de tudo isto, este Governo Regional do Partido Socialista tem o descaramento de se apresentar hoje aqui armado em amigo dos professores”.

“Este Partido Socialista e o Governo Socialista só é amigo de si próprio. Depois de um ano a atacar os professores dos Açores, o Governo Regional e o Partido Socialista só cederam quando olharam para as sondagens”, frisou.

Segundo o deputado social-democrata, o diploma apresentado pelo executivo socialista para a recuperação integral do tempo de serviço dos docentes “não é mais do que uma tentativa apressada do Governo de tentar limpar a sua imagem perante os professores, comunidade educativa e perante a sociedade em geral”.

“O papel a que se prestaram o Partido Socialista e o Governo Regional há mais de um ano foi tão mau, que é quase indiscritível. Promoveram um ataque aos professores, deram o dito pelo não dito, disseram uma coisa de manhã e fizeram outra à tarde, disseram umas coisas num dia e fizeram seu contrário no seguinte”, lembrou.

Jorge Jorge sublinhou ainda a “coerência” do PSD/Açores nesta matéria, recordando que os social-democratas entregaram no parlamento, em junho de 2018, uma proposta para recuperar o tempo de serviço dos professores e que acabou por ser chumbada pelo Partido Socialista.

“O PSD/Açores sempre defendeu uma solução regional para o problema. O PSD não mudou de posição. O PSD apresentou uma solução que levaria a que a 1 de janeiro de 2019 os professores estivessem a ser reposicionados. O Governo Regional sim, mudou de posição”, acrescentou.