Ilha das Flores. Constrangimentos nas ligações da SATA continuam a existir

O PSD/Flores pretende uma “proteção efetiva da população local”, face aos “constrangimentos que continuam a existir ao nível das ligações aéreas, que prejudicam especialmente os doentes deslocados”.

Segundo Bruno Belo, presidente da comissão política de ilha do PSD, “ninguém fica para trás ou sem lugar, mas o facto é que estamos a marcar uma lista de espera, pois existem constrangimentos enormes ao nível das reservas”, adianta.

“Os mais prejudicados têm sido os doentes deslocados, que raramente conseguem marcar viagens para os dias certos das suas deslocações às ilhas com hospital”, explica.

“Isso leva-os, quase sempre, a estadias mais prolongadas”, pelo que “achamos que deve haver uma proteção dos habitantes da ilha, face ao aumentos dos números do turismo”, disse Bruno Belo.

“Também o pré aviso de greve da Azores Airlines, agendado para o final deste mês, está a condicionar a marcação de viagens interilhas”, acrescentou.

O responsável pelo PSD local não deixou de “elogiar os funcionários da SATA”, porquanto, “mesmo face aos referidos constrangimentos, se revelam sempre cumpridores e extremamente atentos aos passageiros e às suas necessidades”, concluiu.