Evacuações médicas. Força Aérea confirma dívida do governo dos Açores

O deputado do PSD/Açores na Assembleia da República, António Ventura, viu o Chefe do Estado-Maior da Força Aérea Portuguesa (CEMFA) confirmar que o governo açoriano “está em falta no pagamento das evacuações de doentes entre a Região e o Continente português”.

Foi numa audição da Comissão de Defesa Nacional, e em resposta a uma questão do social-democrata açoriano, que o General Manuel Teixeira Rolo afirmou que “ainda não se materializou a assunção dos encargos dos serviços prestados pela Força Aérea nas evacuações aeromédicas dos Açores para o Continente. Foi o próprio CEMFA quem o confirmou”, refere o parlamentar.

António Ventura adiantou que o responsável militar “não desmentiu o valor avançado, que será de cinco milhões de euros”, sublinhando que “ainda não foi encontrada uma solução para um assunto que o próprio considerou muito sensível e urgente”, citou.

“Segundo o CEMFA, houve sempre uma resposta afirmativa da disponibilidade do Governo Regional em assumir as suas responsabilidades na matéria, mas até hoje isso nunca aconteceu”, salientou.

O deputado social-democrata diz que se tratou de uma questão “específica”, uma vez que “também está relacionada com a Base das Lajes, que tem estado nas bocas do mundo pelo seu interesse internacional e reconhecida importância geoestratégica”, explicou.

António Ventura defendeu o reforço da presença das Forças Armadas na Região, “no âmbito da lei do enquadramento militar”, lembrando mesmo legislação recente “que reporta à extensão da plataforma continental, e à reconhecida importância do arquipélago a esse nível”, concluiu.