Bolieiro quer apoiar escuteiros para aumentar voluntariado em Ponta Delgada

José Manuel Bolieiro quer desonerar as famílias para que estas coloquem os seus filhos nos escuteiros, como forma a promover o voluntariado.

O candidato do PSD à Câmara Municipal de Ponta Delgada defende que o movimento escutista dá um grande contributo à vida comunitária, “que é preciso incentivar, uma vez que se enquadra no crescimento do concelho, e de uma sociedade que valoriza cada vez mais o que cada um pode fazer pelo bem comum”.

Na tarde desta segunda-feira, numa visita à Casa do Escuteiro de São Miguel, José Manuel Bolieiro anunciou que é intenção da sua candidatura assumir os valores fixos anuais da inscrição ou quota anual e o seguro de cada escuteiro, seja do Corpo Nacional de Escutas, da Associação de Escoteiros de Portugal ou das Guias de Portugal, passando para “custo zero” a integração da juventude nos escuteiros.

“Mais que o reconhecimento do mérito dos escuteiros como a base da participação cívica e do voluntariado, esta medida vem desonerar as famílias em geral, quando ainda existem muitas sem condições financeiras para o fazer, contrariando a vontade dos mais novos em integrar o escutismo”.

Contas feitas, e tendo em conta o número de escuteiros recenseados em Ponta Delgada – mais de 700, distribuídos por 12 grupos – a medida custará à Câmara Municipal entre 25 a 30 mil euros anuais, e será materializada através de protocolos. O montante não anula os apoios já existentes como, por exemplo, a construção e/ou a manutenção de sedes de escuteiros e outros equipamentos.

“É preciso garantir o estímulo, desonerar as famílias e apoiar os agrupamentos”, disse o candidato do PSD no espaço símbolo do escutismo, a Casa do Escuteiro de São Miguel. “Com esta medida estamos a acrescentar valor humano aos escuteiros e à sociedade, pois os escuteiros são um exemplo de voluntariado, de educação, de formação cívica, de ajuda ao próximo e às famílias”, em matérias como a sensibilização ambiental e a proteção civil.

No encontro que manteve com a direção da Casa do Escuteiro, José Manuel Bolieiro afirmou que quer ver os escuteiros integrados nos núcleos locais de proteção civil, que estão a ser implementados nas freguesias. “Os escuteiros podem ter um papel fundamental nesses núcleos trabalhando com as Juntas de Freguesia”, disse a este propósito, já que dispõem de conhecimentos e de equipamentos básicos de ajuda às populações em caso de tragédia.

O apoio aos movimentos escutistas insere-se na intenção do candidato do PSD à Câmara Municipal de Ponta Delgada de enquadrar, num curto a médio prazo, pessoas reformadas, na plenitude da sua saúde física e mental, num projeto de voluntariado onde o indivíduo ou as famílias envolvidas beneficiem de apoios sociais.