Negligência do governo põe em causa produção de carne nas ilhas mais pequenas

O grupo parlamentar do PSD/Açores está preocupado com o anúncio do Governo de que não vai renovar os contratos no âmbito da extensificação da produção pecuária por terem sido esgotadas as verbas disponibilizadas para esta intervenção do Programa Prorural+.

Num requerimento entregue na Assembleia Legislativa Regional dos Açores, através do qual o Governo é instado a confirmar que irá renovar os contratos findos durante a vigência do Prorural+, o deputado social-democrata Bruno Belo considera que o executivo foi “incapaz de prever as necessidades orçamentais futuras para manter esta medida, tornando imprevisível o futuro das explorações no modelo extensivo, promovendo mesmo o seu abandono e pondo em causa o mercado dos bovinos com as características que se procura valorizar”.

Bruno Belo defende que cabe ao Governo Regional apresentar, para além da I.G.P (Indicação Geográfica Protegida), um programa estruturado para a produção de carne nos Açores que promova a extensificação, mas fundamentalmente o abate na região e apoie a logística, e o acesso da carne a mercados de maior valor comercial.

“Sem esta valorização nos mercados, restará ao Governo garantir os apoios públicos para compensar a manutenção do modelo extensivo, para todos os produtos que se candidatem a este apoio agroambiental”, sublinha o grupo parlamentar social-democrata.

O deputado do PSD/Açores lembra ainda que a “manutenção para a extensificação da produção pecuária garante, por um lado, a viabilidade das explorações e, por outro, a preservação de um modo de produção adotado por produtores, técnicos e pelo Governo regional, enquadrada, aliás, nas orientações da Política Agrícola Comum e do desenvolvimento rural sustentável”.