Duarte Freitas defende nova esquadra da PSP na Ribeira Grande
Publicado em 21 de Março, 2016

O presidente do PSD/Açores alertou para a “falha” do governo da República no compromisso de construção de novas instalações da PSP na Ribeira Grande, lamentando que o executivo de António Costa “volte atrás” num processo que já estava em curso.

“Esta é uma matéria que preocupa muito a câmara municipal, a assembleia municipal e toda a população do concelho. Trata-se de uma falha do compromisso por parte do governo da República em relação à esquadra da PSP da Ribeira Grande”, afirmou Duarte Freitas, em declarações aos jornalistas, após uma audiência com Alexandre Gaudêncio, presidente da câmara municipal da Ribeira Grande.

O líder dos social-democratas açorianos salientou que existia uma “expetativa generalizada” no concelho em relação a este assunto, “consubstanciada numa proposta aprovada por unanimidade na assembleia municipal no sentido de se avançar com o trabalho já feito para a construção da nova esquadra da polícia”.

“A informação que existe da parte do governo de António Costa é que este processo já não é para avançar. Já há muito trabalho feito e muito dinheiro gasto, para que agora, num concelho desta dimensão, o governo da República de repente volte atrás”, sublinhou.

Duarte Freitas lembrou que a PSP trabalha há anos provisoriamente nas instalações dos bombeiros em condições que “não são as mais adequadas” e lamentou que o governo socialista da República retroceda neste processo, “frustrando as expetativas criadas” na população do concelho da Ribeira Grande.

O presidente do PSD/Açores mostrou-se ainda “solidário” com as preocupações da população do concelho e garantiu que o partido “fará o possível para que o governo da República cumpra este compromisso, dando a resposta que os cidadãos da Ribeira Grande exigem em relação à nova esquadra da PSP.