António Ventura denuncia qualidade de construção “paupérrima” da Cadeia de Angra do Heroísmo
Publicado em 16 de Maio, 2019

O deputado do PSD/Açores na Assembleia da República, António Ventura, criticou o facto de a cadeia de Angra do Heroísmo “já necessitar de cerca de um milhão de euros em obras, quando está aberta há apenas seis anos. Isto conforme disse a Secretária do Estado Adjunta e da Justiça, numa vista recente ao local”.

O social-democrata lembrou que a cadeia de Angra do Heroísmo “começou a ser construída em 2010, tendo entrado em funcionamento em 2013”, tendo sido uma obra da responsabilidade do Governo de José Sócrates, adjudicada ao Grupo Lena, no valor de cerca de 26 milhões de euros.

António Ventura falava numa audição à Ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, a quem perguntou se “não considera estranho que uma cadeia com seis anos de idade já precise de tantas obras de correção e beneficiação?”.

“Ao longo da sua curta utilização, tem sido várias as queixas e relatos relativamente à qualidade da construção e aos padrões de segurança exigidos para um estabelecimento prisional. Uma qualidade paupérrima”, disse o parlamentar.

E deu vários exemplos, como o do verão de 2017, “em que se evadiram dois presos através de uma das janelas. Simplesmente puxaram a janela e ela cedeu. Verificou-se então que as janelas em vez de estarem chumbadas à parede estavam presas com buchas e parafusos de 8mm”, referiu.

António Ventura acrescentou que os detidos “têm acesso aos vidros das janelas, que as infiltrações de água são uma constante, que os mosaicos de algumas paredes estão a cair, e que os ferrolhos eram demasiado fracos, pelo que tiveram de fazer outros”.

“Além disso, tiveram de ser construídos gradeamentos e muros para melhorar a segurança do edifício, cujo pavilhão tem agora o chão a dilatar e a rachar, entre várias outras queixas que nos foram reportadas”, assegurou.

O deputado disse ainda que “têm existido várias obras de correção durante a curta vida de existência da cadeia. Mas ainda é preciso mais um milhão de euros, o que diz bem da qualidade da obra”, concluiu.