Delta Airlines. Governo esquece acordos ‘interline’ que beneficiariam todas as ilhas
Publicado em 06 de Dezembro, 2018

O PSD/Terceira criticou hoje o Governo Regional por continuar sem cumprir a promessa de criar acordos ‘interline’ entre a Delta Airlines e a SATA, de forma a permitir que os passageiros da companhia norte-americana desembarcados em São Miguel possam, com um único bilhete, visitar qualquer ilha se assim o pretenderem.

“O Governo Regional garantiu, há mais de um ano, que a SATA Air Açores estava a negociar com a Delta Airlines o estabelecimento de acordos ‘interline’. Nada foi feito. O Governo Regional esquece assim todas as outras ilhas, nomeadamente a Terceira, inteiramente prejudicada com esta situação”, afirma António Ventura, presidente da comissão política de ilha do partido.

Segundo o dirigente social-democrata, a ilha Terceira “não está a beneficiar, como foi anunciado e publicitado pelo Governo Regional, das medidas de mitigação para o impacto económico provocado pela diminuição do efetivo militar norte-americano na Base das Lajes”.

António Ventura diz que o Governo “tinha a obrigação de negociar a favor da Terceira, mas apenas mostrou uma incompetência propositada” em todo o processo, “que já dura há longos meses”, refere.

O presidente do PSD/Terceira adianta que cabe ao executivo de Vasco Cordeiro “encontrar soluções que possam incluir as outras ilhas, de modo a que também beneficiem da vinda da Delta Airlines para a Região”.

António Ventura diz ainda que o Governo Regional se “esqueceu propositadamente da coesão territorial, a favor dos votos. É uma posição meramente calculista e eleitoralista”, afirma.

“Esta situação é tão mais injusta, quando se sabe que os Açores têm oito ilhas que estão a perder população e a envelhecer, pelo que as opções do Governo Regional claramente não atendem a essa realidade”, concluiu.