PSD/Açores destaca potencialidades da Lagoa e defende aposta na Educação para combater a pobreza
Publicado em 03 de Outubro, 2018

Os deputados do PSD/Açores eleitos por São Miguel destacaram as potencialidades sociais e económicas do concelho da Lagoa, onde têm sido feitos investimentos privados fundamentais para a criação de emprego, mas registaram com preocupação as persistentes assimetrias sociais.

“Tomamos boa nota do investimento privado que tem sido feito neste concelho, nomeadamente na agroindústria, mas persistem neste concelho, como na Região, assimetrias e desigualdades sociais que exigem uma resposta pública, ao nível da Educação, mais ambiciosa e mais efetiva”, afirmou Luís Maurício.

O deputado e vice-presidente do grupo parlamentar do PSD/Açores falava no final de uma reunião com a presidente da Câmara Municipal de Lagoa, depois de uma visita de dois dias à Lagoa no âmbito de um roteiro que os deputados social-democratas estão a cumprir pelos concelhos de São Miguel para reunir com empresas, instituições e organizações.

“A aposta na Educação é indispensável para uma estratégia que visa o combate às desigualdades sociais num concelho, como a Lagoa, onde, em dezembro do ano passado, 10,8% dos residentes beneficiava do Rendimento Social de Inserção (na Região é 7,6%), de acordo com o diagnóstico da Estratégia Regional de Combate à Pobreza e Exclusão Social”, argumenta.

Segundo o parlamentar, “impõe-se o reforço não só das parcerias entre a escola e a comunidade, um trabalho que, tanto quanto nos foi reportado, tem sido feito na EBI de Água de Pau, escola que visitamos, no sentido de envolver os alunos, mas sobretudo as famílias num percurso rumo ao sucesso escolar dos alunos”.

O social-democrata açoriano defende que “a aposta na Educação, além de ser fundamental para o combate à pobreza e exclusão social, deve ser encarada como um fator diferenciador da Lagoa para atrair mais investimento privado”.

No concelho da Lagoa, o nível de formação dos trabalhadores por conta de outrem está abaixo da média regional. Segundo dados de 2016 do Serviço Regional de Estatística dos Açores, 19% dos trabalhadores tem o ensino secundário completo, enquanto na Região este número fixava-se nos 25%.

“A Lagoa será sede do maior investimento privado de sempre na área da saúde nos Açores e esta é, simultaneamente, uma oportunidade para o concelho, mas também um desafio, já que serão recrutados trabalhadores e muitos serviços serão criados à volta do hospital. Portanto, é preciso que se comece já a preparar recursos humanos capazes de aproveitar esse emprego privado”, explicou Luís Maurício.

Nos dois dias de visita ao concelho da Lagoa, os deputados do PSD/Açores eleitos por São Miguel visitaram a Finançor, a Nonagon, a Associação Cultural Padre João José Amaral, o Clube de Patinagem de Santa Cruz, o Observatório Vulcanológico, a Cerâmica Vieira, a Casa de Acolhimento Feminino Nossa Senhora do Rosário e o porto da Caloura, onde reuniram com pescadores.