PSD/Açores quer explicações sobre “atentado ambiental” nas Lajes do Pico
Publicado em 07 de Setembro, 2018

O PSD/Açores requereu a audição, com carácter de urgência, da secretária regional da Energia, Ambiente e Turismo sobre as intervenções autorizadas pelo governo na Plataforma Costeira das Lajes do Pico, consideradas como um “atentado ambiental” por um grupo de cientistas.

Segundo a deputada Catarina Chamacame Furtado, os social-democratas pretendem que a governante dê explicações na Comissão de Assuntos Parlamentares, Ambiente e Trabalho “sobre o deferimento de um pedido de autorização para intervenção na Plataforma Costeira das Lajes do Pico, para construção e funcionamento temporário de uma ‘tenda eletrónica’”.

A parlamentar do PSD/Açores lembrou que o local em causa é “abrangido pela Área Protegida para a Gestão de Habitats ou Espécies das Lajes do Pico, e integrado na Rede Natura 2000 através de duas figuras de proteção, designadamente Sítio de Interesse Comunitário e Zona de Proteção Especial”.

Recorde-se que, no passado dia 3 de setembro, um grupo de cientistas denunciou, em documento enviado à presidente da Assembleia Legislativa dos Açores, um “atentado ambiental” na Plataforma Costeira das Lajes do Pico, numa intervenção que incluiu a “remoção de vegetação e a realização de festas”.