PSD/Açores condena novo adiamento da segunda fase da requalificação da Escola Básica António José de Ávila
Publicado em 12 de Setembro, 2018

Os deputados do PSD/Açores eleitos pelo Faial condenaram mais um adiamento das obras da segunda fase da requalificação da Escola Básica António José de Ávila, facto exposto pelo Governo Regional na resposta a um requerimento que os social-democratas apresentaram no passado mês de junho.

“O Governo continua a arranjar desculpas para justificar a opção de não iniciar uma obra que devia estar concluída há vários anos”, afirmam.

Os parlamentares social-democratas recordam que, em janeiro de 2013, o Secretário Regional da Educação anunciou que as obras decorreriam “ainda durante a anterior legislatura (2012/2016), aliás, na Carta Regional de Obras Públicas, o investimento foi apontado para o segundo semestre de 2015. E, já em 2009, a requalificação daquele estabelecimento de ensino tinha servido de justificação para o cancelamento da adjudicação da construção do Estádio Mário Lino”.

Mais recentemente, foi anunciado que o investimento “aguardaria pela conclusão das obras do Lar das Criancinhas da Horta – O Castelinho, uma vez que aquela instituição estava a utilizar a Trinity House, situação que também já está ultrapassada”, lembram, igualmente.

Na resposta aos social-democratas, que sublinharam as sucessivas promessas e exigiram o lançamento imediato do concurso, o Governo refere que o concurso só será desencadeado após as intervenções nos estabelecimentos de ensino da Região com coberturas contendo amianto, sem apresentar qualquer data para o efeito.

Para Carlos Ferreira e Luís Garcia, “não se compreende a razão da falsidade dos anúncios anteriores, e de mais uma vez serem os faialenses a ficar para trás. Mesmo compreendendo a necessidade de intervenção nas escolas com amianto – já fora dos prazos a que o Governo se tinha comprometido – até por razões de saúde pública”, afirmam.

“Há muitos anos que é conhecida a necessidade de intervir nas escolas com amianto nas coberturas, mas governo não se coibiu de fazer promessas, apesar de ter toda a informação. Agora que as obras podem avançar, é apresentado mais um pretexto para adiar o investimento”, consideram os deputados do PSD/Açores.

A primeira fase das obras de requalificação da Escola Básica António José de Ávila foi inaugurada a 14 de setembro de 2014 e, passados 4 anos, mais de 600 alunos e toda a comunidade educativa continuam à espera da prometida segunda fase, que contempla instalações essenciais ao desenvolvimento do projeto educativo, nomeadamente espaços para atividades desportivas, sala de ensino especial, laboratórios de ciências e espaços ao ar livre.