PSD/Açores agenda interpelação ao governo sobre impacto da seca na Agricultura
Publicado em 08 de Setembro, 2018

O grupo parlamentar do PSD/Açores solicitou o agendamento de uma interpelação ao governo regional sobre o impacto da seca e da gestão da água no setor da Agricultura, a efetuar na próxima sessão plenária do parlamento.

Segundo o deputado social-democrata António Almeida, “a situação de seca que afetou este ano o setor agrícola nos Açores – que pode tornar-se recorrente – não pode ser encarada apenas como uma calamidade, mas sim como uma lição, cujas consequências importa assumir”.

“Reduzir os impactos da seca e da falta de água à atribuição de apoios ao rendimento dos agricultores significa gerir o dia-a-dia sem qualquer visão futura e estratégica”, disse o parlamentar do PSD/Açores.

António Almeida acrescentou que os social-democratas pretendem “interpelar o governo regional sobre o exercício das suas competências nestas matérias, com o objetivo de apurar responsabilidades, mas principalmente de criar as condições que salvaguardem os interesses económicos dos agricultores de forma consistente e permanente”.

“As condições climatéricas e a disponibilidade de água condicionam a atividade agrícola de forma determinante. Uma política agrícola responsável não pode ignorar esse facto e, nos Açores, as opções de investimento público não se traduziram em preocupações na gestão cuidada dos recursos hídricos”.

De acordo com o parlamentar do PSD/Açores, as situações de seca e deficiente gestão dos recursos hídricos “causam impactos de ordem económica, financeira e ambiental”, revelando “fragilidades na ausência de políticas agrícolas sustentáveis, na organização e gestão de diversas estruturas públicas, e na persistente ausência de planeamento e investimento público estruturante”.