Cadeira a mais – Opinião de João Bruto da Costa
Publicado em 24 de Setembro, 2018

O Presidente do Governo dos Açores remodelou a administração, não tocou no governo e mexeu apenas nos diretores regionais.

Em rigor, os diretores regionais não são membros do Governo. Por isso falar em remodelação governamental só por desconhecimento do que está em causa. E o que está em causa não é a mudança de políticas ou dos seus responsáveis dos últimos anos mas somente a recorrente dança das cadeiras, com a particularidade de que na dança das cadeiras nos serviços do governo açoriano há sempre uma cadeira a mais e não uma cadeira a menos.

A particularidade desta dança de lugares reflete que o Presidente do Governo acha que tem belíssimos secretários regionais que têm feito sempre tudo bem, mas foram pessimamente assessorados por diretores regionais que não podem vingar no lugar e são dispensados ou movimentados com distinção e agradecimentos.

É compreensível que ninguém se entusiasme com a atual governação e com a dança de cadeiras socialista. No final, mesmo os piores acabam sempre por ter um lugar onde sentar-se.