PSD critica ordenamento e gestão do Porto da Madalena
Publicado em 08 de Agosto, 2018

O PSD da Madalena criticou o ordenamento e a gestão do Porto da Madalena, acusando mesmo a Portos dos Açores de ter “abandonado” aquele porto, deixando “de tomar posições e de dar meios aos funcionários locais para a correta gestão do espaço”.

Os social-democratas lembram que, desde 2008, o Governo Regional vem prometendo “a reestruturação dos Estaleiros Navais e o ordenamento do Porto da Madalena”, sendo que, na última década, “foram inúmeros os incidentes com embarcações nas operações decorridas naquela estrutura”.

“Ao longo dos últimos anos foram também muitas as posições publicas de descontentamento pelo total abandono do Porto da Madalena por parte da Portos dos Açores”, reforça o PSD local, que denuncia “o amontoado de barcos em fim de vida, aos quais se juntam equipamentos de operação que limitam o acesso ao cais de pesca e mercadoria, causando situações de risco e limitações diversas”, afirmam em comunicado.

As críticas estendem-se a um modelo de gestão “que tem levado à deslocação de diversas embarcações para outros destinos, no caso dos atuneiros, para o arquipélago da Madeira. E no caso dos barcos de pequena arqueação, a deslocação para outros portos da Região, a fim de terem menores custos, e mais garantias de segurança”, refere o responsável do PSD na Madalena, Marco Costa.

O dirigente lembra que, “em 2017, ficamos a saber, também através de questões colocadas em requerimento pelo PSD/Açores, que, independentemente da falta de equipamentos, da falta de garantias e controlo de segurança, dos riscos de incidente, da falta de vedação do espaço, dos constrangimentos de fornecimento de energia e água, do risco de colapso do antigo hangar ou do abandono da manutenção, aquela é a única infraestrutura portuária da Região onde se cobram aos pescadores valores consideráveis pela operação de varar e arriar os barcos, isto na ordem de alguns milhares de euros”, denuncia.

Acresce que a Comissão Política Concelhia do PSD da Madalena exige a intervenção imediata do Presidente da Portos dos Açores e da Secretária Regional das Obras Públicas “na limpeza e na sinalização do acesso ao Porto Comercial”, assim como “soluções para a remoção das embarcações que estão a limitar o seu acesso”.

Os social-democratas questionam ainda sobre “a previsão de reparação da vedação do recinto dos estaleiros, que neste momento já coloca em causa a segurança dos transeuntes e das viaturas. Vai efetuar-se? Quando?”, perguntam.

Por último, Marco Costa convida mesmo o Presidente da Portos dos Açores e a Secretária Regional das Obras Publicas ” a visitarem o local, para perceberem o total abandonou a que a infraestrutura foi votada”, conclui.