Governo esconde-se atrás da boa safra de atum e deixa sem resposta pescadores em dificuldades
Publicado em 03 de Julho, 2018

Jaime Vieira acusa o Governo regional de esconder-se atrás da boa safra do atum e de deixar sem resposta os pescadores que estão fora das estatísticas, isto é, que não estão a conseguir tirar proveito da abundância de atum nos nossos mares, como denunciaram recentemente os pescadores de Santa Maria.

“O PSD/Açores congratula-se com a boa safra de atum este ano nos Açores, porque inverte a tendência dos últimos anos em que a safra foi muito reduzida. Mas há um número muito significativo de pescadores que não está a conseguir tirar proveito desta abundância de atum e, para esses, o secretário regional das Pescas, lamentavelmente, não tem respostas ou soluções”, afirmou.

O deputado do PSD/Açores explica que a maior quantidade de atum nos mares dos Açores “era há muito desejada, mas o que constatamos é que nem todos os pescadores estão a conseguir acompanhar a boa safra por falta de condições para competir com as grandes embarcações de atuneiros”.

Isto mesmo denunciaram recentemente os pescadores de Santa Maria, que alertaram para a impossibilidade de pescar atum porque, alegam, as grandes embarcações de atuneiros estão a pescar dentro das 15 milhas, uma situação de concorrência em que as pequenas embarcações não conseguem competir.

“Os pescadores dos Açores, e neste caso em concreto os de Santa Maria, que fizeram a denúncia, não esperam ouvir de um secretário regional das Pescas um desmentido, como fez Gui Menezes, que garantiu que as embarcações são monitorizadas e que nenhuma tinha entrado nas 15 milhas. Os pescadores precisam é de respostas e de soluções para um problema com que se depararam diariamente no mar da nossa Região”, argumentou o social-democrata açoriano.

Jaime Vieira considera que “mais uma vez, o Governo, na pessoa do secretário das Pescas, revelou falta de preocupação com a agonia dos pescadores das pequenas embarcações, defendendo apenas as grandes embarcações, e confirmou que só está preocupado com a estatísticas e com a descarga de peixe em lota, números esses que não refletem as dificuldades dos pescadores”.

O deputado do PSD/Açores assegurou que o maior partido da oposição à maioria absoluta do Partido Socialista no parlamento açoriano vai continuar a defender a “indispensável reestruturação da frota”, uma operação que deve ser feita por via do Orçamento da Região ou até mesmo do Orçamento do Estado.

“Entendemos que é necessária uma reestruturação da frota para dotar a maior parte dos nossos pescadores dos Açores de ferramentas para que estes possam ter as mesmas oportunidades e condições para pescar situações como aquela que foi denunciada pelos pescadores de Santa Maria, por exemplo”, defendeu.

Para Jaime Vieira, “é inadmissível um poder público, como é o Governo regional, dividir os pescadores entre pescadores de primeira e pescadores de segunda”.