Governo da República deve assumir ampliação do Aeroporto da Horta
Publicado em 04 de Julho, 2018

A deputada do PSD/Açores na Assembleia da República, Berta Cabral, questionou a vontade política e a disponibilidade do Governo “para concretizar a ampliação da pista do aeroporto da Horta, em parceria com a ANA”, considerando que “é agora o tempo e está criada a oportunidade para se fazer aquele investimento”, adiantou.

Numa audição ao Ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, a social-democrata lembrou que, em março, a Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores “aprovou uma resolução do PSD, que pretendia ver aquele ampliação da pista incluída na renegociação do Contrato de Concessão de Serviço Público Aeroportuário”.

“Nesse âmbito, foi constituída uma Comissão, visando a expansão da capacidade aeroportuária da região de Lisboa, mas também para identificar outros aspetos do atual contrato, dotando o mesmo de maior racionalidade económica e de condições de operacionalidade e regulação”, explica a deputada.

Berta Cabral reforça que, “o investimento pretendido para a ampliação da pista do aeroporto da Horta, na renegociação em causa, tem em vista o seu aumento para, pelo menos, 2050 metros”, e que, segundo informação transmitida à Comissão de Economia, na sua recente visita aos Açores, “a ANA vai intervir na pista da Horta para construir as áreas de segurança RESA”, acrescenta.

A deputada do PSD referiu ainda que “têm sido inúmeros, e cada vez mais frequentes, os cancelamentos no Aeroporto da Horta”, pelo que “esta tem de ser uma oportunidade para que os governos e a ANA constituam uma parceria para ampliar efetivamente a pista. E resolver de forma estrutural os constrangimentos daquela infraestrutura”, concluiu.