Duarte Freitas alerta para “esvaziamento do centro de saúde” e para “falta de habitação” na Ribeira Grande
Publicado em 05 de Julho, 2018

O líder do PSD/Açores, Duarte Freitas, alertou para a necessidade de o Governo regional fazer o que lhe compete para travar o “esvaziamento a que temos assistido no centro de saúde da Ribeira Grande” e a “falta de habitação para as centenas de famílias que não encontram casa neste concelho” de São Miguel.

“O concelho da Ribeira Grande é o mais jovem dos Açores e de Portugal, com enormes potencialidades e um exemplo de dinâmica, que a liderança do Alexandre Gaudêncio tem projetado, fazendo com que a Ribeira Grande cheire a futuro, mas persistem problemas graves que o Governo regional tem de resolver, como a degradação do centro de saúde e a falta de habitação”, afirmou.

O presidente dos social-democratas açorianos falava hoje no final de uma reunião dos deputados do PSD/Açores eleitos por São Miguel com o presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande, Alexandre Gaudêncio, na sequência de uma visita de três dias dos parlamentares a este concelho.

Segundo Duarte Freitas, “há uma enorme falta de médicos de família no centro de saúde da Ribeira Grande, que resulta da falta de abertura de vagas, como denunciou hoje o Sindicato dos Médicos Independentes”, e isso só se resolve, defendeu o líder social-democrata, “com a abertura de vagas e dando espaço a esses médicos já formados para, assim, reativar o centro de saúde do concelho”.

O líder do PSD/Açores lembra que a urgência de se “travar esse esvaziamento do centro de saúde da Ribeira Grande, bem como a degradação dos serviços de saúde que são prestados aos ribeigrandenses”, levou a que os deputados do PSD/Açores apresentassem no parlamento uma resolução a recomendar ao Governo a reabertura da sala de pequena cirurgia neste centro de saúde.

“Acreditamos que com essa nossa proposta de abrir a sala de pequena cirurgia e com esse nosso apelo para que possam ser abertas as vagas para os médicos de família será possível travar o esvaziamento do centro de saúde, ter um melhor serviço de saúde e recuperar o bom trabalho que muitos profissionais de saúde vinham a fazer no centro de saúde da Ribeira Grande”, explicou.

Em relação à habitação, Duarte Freitas salientou que “existem muitas famílias e jovens casais que não estão a encontrar habitação no concelho da Ribeira Grande, quer seja para compra, quer seja para arrendamento”, e apelou ao Governo regional para que agilize uma solução para a falta de habitação no mercado.

“Existe, há cerca de 10 anos, um empreendimento, no Trás-os-Mosteiros, com 52 unidades de alojamento, que avançou através do Governo regional, mas que neste momento está completamente inativo. Com a falta tão grande de habitação na Ribeira Grande é fundamental que o Governo regional encontre uma forma para disponibilizar esses 52 apartamentos aos ribeigrandenses”, desafiou.

O líder do PSD/Açores congratulou-se com os “esforços da autarquia no sentido de resolver alguns problemas, através de cooperativas de habitação, como está a avançar em Rabo de Peixe, ou através de loteamentos que fez para a autoconstrução”, reforçando, porém, que “não chegam para a enorme procura”.