António Ventura diz que Governo da República está a descurar o Brexit
Publicado em 25 de Julho, 2018

O deputado do PSD/Açores na Assembleia da República, António Ventura, mostrou o seu descontentamento pela ausência de ações nacionais face à saída do Reino Unido da União Europeia (UE), considerando mesmo que o Governo de António Costa está “a descurar aquele facto, o que se comprova por não ter dado andamento a uma proposta do PSD aprovada em dezembro, para avaliar como essa nova realidade pode atingir Portugal e os Açores”, avançou.

O social-democrata falava após reunir com o responsável pelo Centro de Informação Europe Direct-Açores, em Angra do Heroísmo, onde lembrou que, “a nossa resolução prevê a realização de um estudo para perceber as consequências, mas também as oportunidades criadas, pelo denominado Brexit”, explicou.

Para o deputado açoriano do PSD, “é preciso conhecer o impacto do Brexit, especialmente para a nossa Região, no que diz respeito a oportunidades de âmbito económico, social e mesmo do relacionamento diplomático”, realça.

“A 30 de março do próximo ano, o Reino Unido passa a ser um país terceiro, caindo todos os acordos que mantém com a UE. Ora, a essa altura já poderá ser tarde para avaliar consequências e perceber outras possibilidades”, alerta António Ventura.

“A verdade é que o estudo nunca foi feito, e ainda recentemente questionámos o Ministro dos Negócios Estrangeiros e o respetivo Secretário de Estado, e não existe esse estudo, que foi aprovado como uma recomendação urgente”, lamenta o parlamentar.

Para António Ventura, “há um prejuízo claro, face a futuras negociações com o Reino Unido, que tem uma ligação histórica com os Açores. Pelo que também estranho que o Governo Regional, pelo menos de forma pública, nunca tenha reivindicado esse estudo, que só iria beneficiar a nossa posição”, considera.

“O Reino Unido é um parceiro que não se pode perder de vista, e que tem de estar presente no futuro dos Açores”, defende o deputado social-democrata, frisando que “ao não fazer o estudo, o Governo da República está prejudicar o país, mas também está a prejudicar os Açores”, concluiu.