RUP e o Brexit: Reino Unido está disponível para negociar
Publicado em 12 de Junho, 2018

O deputado do PSD/Açores na Assembleia da República, António Ventura, considera que os Açores se devem posicionar “de modo a salvaguardar as futuras relações com o Reino Unido, no contexto da Europa”, referindo que o Governo Regional “não pode perder tempo”, até porque a Embaixadora “fez declarações relevantes para as regiões ultraperiféricas (RUP), mostrando disponibilidade e sensibilidade para negociar”.

Falando após uma audição à Embaixadora do Reino Unido, Kirsty Hayes, na Comissão dos Assuntos Europeus e a pedido do PSD, o parlamentar explicou que a mesma teve lugar “para permitir um ponto de situação do processo negocial entre o Reino Unido e Portugal, no âmbito do Brexit”.

“Apesar de haver muitas incertezas sobre os impactos do Brexit, penso que o pós Brexit pode ser uma oportunidade para reforçar a cooperação em áreas como a emigração e as exportações”, disse António Ventura.

O deputado questionou a Embaixadora sobre as oportunidades comerciais que o Reino Unido identificou para estabelecer, no pós Brexit, com os Açores, “onde temos antigos laços históricos e diplomáticos”, realçou.

“Recordei as vantagens das RUP para um futuro acordo com Portugal, como a sua posição geoestratégica – o que, no caso dos Açores, pode contribuir para a segurança no Atlântico -, o imenso mar que nos rodeia, o facto de sermos zonas de fronteira, nos acordos comerciais, e a questão de sermos também zonas privilegiadas de investigação científica” adiantou.

“Questionei também a senhora Embaixadora sobre o reconhecimento futuro das denominações de origem, uma vez que os Açores estão a preparar o reconhecimento comunitário de produtos como o leite e a manteiga”, disse António Ventura.

“Agora, o Governo Regional tem de fazer a sua parte, também identificando, na futura cooperação com o Reino Unido, as áreas de relacionamento”, alerta o social democrata, esclarecendo que, “ao mesmo tempo que urge conhece os impactos do Brexit nos Açores, torna-se igualmente urgente negociar o relacionamento futuro com o Reino Unido”.

António Ventura lembra que a Assembleia da República aprovou uma iniciativa do PSD, “que recomenda ao Governo a realização urgente de um estudo económico sobre o impacto da saída do Reino Unido da União Europeia para a economia portuguesa. Que inclua o impacto direto e indireto detalhado por setor de atividade”, recorda.

O deputado considera que, “para que o estudo seja completo e abrangente deve incluir, necessariamente, os Açores, num capítulo específico, pois é esta a intenção do projeto”, conclui.