Angra do Heroísmo: Assembleia Municipal unânime face a atrasos e promessas incumpridas na Terceira
Publicado em 11 de Maio, 2018

A bancada do PSD na Assembleia Municipal de Angra do Heroísmo, considerou esta manhã “que se fez história” na reunião extraordinária de hoje, onde foi formulada e aprovada por unanimidade uma pronúncia de todas as forças partidárias “em torno das necessidades mais urgentes do concelho e da própria Ilha Terceira, no que se refere aos transportes, acessibilidades e infraestruturas de apoio a essas atividades”.

Segundo Luís Rendeiro, líder do grupo municipal social democrata, o que aconteceu hoje, “não pode deixar o Governo Regional, e de certa forma também o Governo da República, indiferentes quanto às necessidades da nossa terra”, sublinhou.

“Há um conjunto de investimentos e de opções, adiadas há demasiado tempo, e que talvez nunca tenham avançado devido a diversas divisões políticas, pelo que, hoje, essa desculpa deixou de existir”, referiu o deputado municipal.

“A pronúncia da Assembleia Municipal teve unanimidade e aclamação, sendo uma mensagem muito clara de que há investimentos na Ilha Terceira que não podem continuar a esperar e que têm de ser executados com a máxima urgência”, frisou.

“Estamos a falar daquilo que se exige de investimento no Porto das Pipas, nomeadamente a construção da rampa “ro-ro” e a requalificação do seu cais. Da construção de um cais de cruzeiros na Praia da Vitória, aproveitando o molhe dos americanos, da plataforma logística também no Porto da Praia da Vitória, do terminal de cargas da Base das Lajes, assim como de melhorias nas ligações da SATA e da Azores Airlines para com a Ilha Terceira e ainda da reposição das ligações marítimas com o Porto das Pipas que eram feitas pela Linha Lilás”, explicou Luís Rendeiro.

“Entre outros assuntos, estes serão os de maior importância e de maior investimento, e que uniram os partidos aqui presentes, exigindo ao Governo Regional que comece a agir e que não encontre mais pretextos para continuar com atrasos e adiamentos relativamente à Ilha Terceira”, concluiu.