Acudam – Opinião de João Bruto da Costa
Publicado em 02 de Abril, 2018

O PS diz que a dívida regional aumentou para acudir às necessidades.

É assim desde sempre, isto é, foi sempre assim com o socialismo Açoriano. Passamos a vida a acudir, temos o “regime dos socialistas do acudam”!

De região mais pobre passamos para a região com mais pobres, de região com mais abandono precoce da educação passamos para a região com mais jovens a não acabar os estudos, de região com mais alcoolismo passamos a região com mais urgência na questão das dependências. Muda o léxico, mantém-se a premissa.

Os socialistas dos Açores recriam-se com a filosofia da metade: metade dos açorianos precisam deles, a outra metade que se lixe. Não há outra explicação para a cada quatro anos encontrarem novos termos para justificar o mesmo: não saímos do mesmo, é a sua “carta de conforto”.

Pelo caminho, vamos ficando a dever mais e quem vier que pague a conta, mais os juros.

Pior do que ter políticas ruinosas que não serviram para nos tirar do fundo dos indicadores sociais e económicos é achar que todas as alternativas seriam piores.

Existirá maior confissão de incompetência do que não aprender com os fracassos?

Há, chama-se arrogância. E disso o regime tem a rodos até que sejamos acudidos, pois a conta tem vindo sempre a aumentar.