É do clima – Opinião de João Bruto da Costa
Publicado em 19 de Março, 2018

A carne está cara, o secretário da agricultura diz que só come quem pode.

O peixe anda a vender bem e a dar bom rendimento, que é como quem diz: “está caro”. E quem o diz é o secretário das pescas. Mesmo assim, isso não invalida que se avance em força a reformar pescadores pois, ao que parece, não há peixe para todos e já há meio milhão para resgatar as pescas.

Mas se a carne está cara e o peixe também, e como, segundo o governo: “compra quem pode”, quem não pode tem de ficar com a hortaliça. Só que diz-se por aí que os pesticidas atacaram a verdura e, portanto, sobra pouco para os que não podem comprar carne nem peixe.

Na região mais pobre do país temos um governo que incentiva à dieta de acordo com a carteira de cada um. Começa a ser pouco sofrível o ridículo a que chegou esta governação.

E para que a transição de uma estupidificação geral para o ridículo da maioria ficasse completa, o governo pede que se beba leite!

Depois de ajudar a arruinar a produção quer que se produza mais, imagine-se, para salvar as indústrias.

Qualquer dia estão a pedir votos outra vez e a culpar a oposição que passa o tempo a alertar para problemas fora do radar meteorológico da compreensão do regime.

Coitados, fazem o que podem.