Esclarecimento da Comissão Política Regional do PSD/Açores
Publicado em 17 de Dezembro, 2017

A Comissão Política Regional, no seguimento das declarações feitas hoje pelo presidente do PS/Açores, Vasco Cordeiro, vem esclarecer o seguinte:

Para Vasco Cordeiro, é mais importante atacar o PSD/Açores e o seu líder do que denunciar o incumprimento do Governo da República com a Universidade dos Açores.

O presidente do PS/Açores já não tem autoridade moral e política. A falta de pulso na liderança do seu governo, a constante submissão à República e as graves suspeitas na gestão de alguns serviços públicos revelam que Vasco Cordeiro perdeu toda a sua credibilidade.

O vice-presidente do governo regional esconde informação ao Tribunal de Contas sobre as finanças públicas e Vasco Cordeiro nada faz, mostrando assim que não tem autoridade política sobre o seu governo.

As suspeitas de corrupção e tráfico de influências na administração pública regional, que estão a ser investigadas pelas autoridades, deviam fazer Vasco Cordeiro pensar duas vezes antes de pôr em causa a legitimidade moral dos adversários políticos.

O PSD/Açores aconselha Vasco Cordeiro a preocupar-se mais em ter mão no seu governo e a defender os interesses da Região, ao invés de atacar a oposição quando esta defende os Açores.

Por último, quem foi, como Vasco Cordeiro, um apoiante entusiástico de José Sócrates devia ter mais pejo em falar da legitimidade moral dos outros.