Duarte Freitas defende mais transparência e medidas de combate à corrupção
Publicado em 08 de Novembro, 2017

O presidente do PSD/Açores afirmou que a melhoria do sistema democrático na Região passa também por uma “maior capacidade de combater os riscos de corrupção” e por introduzir “mais transparência” nos órgãos de poder regionais.

“Exige-se um esforço cada vez maior de todos no combate à corrupção. Há planos que têm de ser feitos ou atualizados. E há responsabilidades que têm de ser assumidas, de maneira que a confiança dos açorianos na administração pública regional não possa ser posta em causa, como recentemente foi”, afirmou Duarte Freitas, após uma reunião com Conselho Regional dos Açores da Ordem dos Advogados.

O líder dos social-democratas açorianos considerou necessário o “contributo de todos para prevenir e combater os riscos de corrupção” nos serviços públicos, a bem da “qualidade da nossa democracia”.

“Esta é uma questão de princípio para o PSD/Açores. Ter uma melhor democracia passa também por ter mais transparência e maior capacidade de combater os riscos de corrupção”, sublinhou.

Duarte Freitas assegurou que o partido vai apresentar, desde já, propostas de alteração no âmbito do debate do Orçamento para 2018, nas áreas da transparência e da prevenção da corrupção.

“O PSD/Açores vê como sua a missão de contribuir para haver um maior equilíbrio de poderes na Região e uma democracia com mais qualidade. Nesse sentido, queremos colocar no centro do debate político questões como a transparência nos órgãos de poder e o combate à corrupção”, considerou.

O presidente do PSD/Açores acrescentou que na Região “é preciso ter mais capacidade e meios para fiscalizar a atuação de toda a administração regional”.