Mais de 100 jovens já passaram pela Universidade de Verão do PSD/Açores e da JSD/Açores
Publicado em 04 de Agosto, 2017

O líder do PSD/Açores destacou o papel da Universidade de Verão do PSD/Açores e da JSD/Açores na formação cívica dos jovens açorianos ao longo dos últimos três anos. Duarte Freitas falava durante a apresentação da 4ª edição da academia social-democrata açoriana que vai decorrer entre 17 e 20 de agosto no Pico.

“Este é um projeto que, pessoalmente, acarinho muito porque forma jovens numa perspetiva cívica, mais do que político-partidária. E aquilo que constamos todos os anos é que os jovens saem desta universidade melhores cidadãos, com melhores ferramentas para integrar a nossa sociedade nas suas várias organizações”, afirmou Duarte Freitas.

Desde 2014 passaram pela Universidade de Verão mais de 100 jovens. Candidataram-se à edição deste ano mais de 50 jovens de todas as ilhas, dos quais foram selecionados 30 (metade do sexo masculino e metade do sexo feminino).

Agricultura, Emprego Jovem, Poder Local, Cultura e Património, Turismo, Comunicação, Desafios da Política e Futuro das Regiões Autónomas são alguns dos temas a ser abordados pelos conferencistas convidados, entre os quais Sofia Ribeiro, Berta Cabral, António Almeida, João Dâmaso Moniz, Marco Costa, José António Soares, Francisco Bettencourt, Pedro Miguel, Margarida Balseiro Lopes ou Paulo Colaço.

José Matos Rosa, secretário-geral do PSD, estará na sessão de abertura da Universidade e Simão Ribeiro, presidente da JSD, na sessão de encerramento.

Emanuel Medeiros mantém-se como reitor da Universidade de Verão do PSD/Açores e da JSD/Açores, onde será feita a simulação de uma sessão plenária para que os alunos possam ter uma primeira experiência de dialética parlamentar.

“A Universidade de Verão é talvez o projeto que vai ter um maior contributo no futuro quer seja para o PSD/Açores, quer seja para a sociedade açoriana”, frisou Duarte Freitas.

Flávio Soares, líder da JSD/Açores, congratulou-se com o número de candidaturas e frisou que entre os alunos não constam apenas militantes da estrutura jovem, mas também independentes.

O líder da JSD/Açores desafiou ainda os candidatos que não conseguiram o ingresso este ano a não desistir e a tentar em edições futuras, sublinhando que a experiência na Universidade de Verão do PSD/Açores e da JSD/Açores “torna-nos jovens mais capazes e preparados para assumir os desafios que uma cidadania ativa nos coloca”.