Ilhas sem hospital “maltratadas” pelo Serviço Regional de Saúde
Publicado em 18 de Novembro, 2016

O deputado do PSD/Açores, Bruno Belo, considerou que as ilhas sem hospital têm sido “maltratadas” pelas políticas de Saúde dos governos socialistas, lembrando, “com um exemplo concreto, que não há uma consulta de Pediatria nas Flores há quase três anos”, afirmou.

Numa intervenção dirigida ao novo Secretário Regional da Saúde, o social-democrata frisou que “não existe apenas uma realidade na saúde açoriana. Existe a realidade das ilhas com hospital e das ilhas sem hospital”.

“E, nas ilhas sem hospital, houve alguns retrocessos nos últimos quatro anos, relativamente à deslocação de especialistas a essas ilhas, nomeadamente a ilha das Flores”.

Bruno Belo avança que o programa de governo “não é claro nesta matéria”, pelo que questionou o governante sobre o que pensa fazer, “não só relativamente à frequência, mas também à quantidade de especialidades a deslocar às ilhas sem hospital, nomeadamente às Flores”.

O deputado do PSD/Açores sublinhou ainda que se assistiu “a uma mudança de paradigma na deslocação de doentes das ilhas sem hospital às ilhas com hospital”.

“E se antes havia a deslocação dos doentes das Flores a São Miguel, à Terceira ou ao Faial E se havia uma relação de confiança entre o doente e o médico que habitualmente o assistia”.

“Essa realidade foi quebrada com a nova postura do Serviço Regional de Saúde em relação a esses doentes”, alertou.