PSD/Açores questiona governo da República sobre Universidade dos Açores
Publicado em 15 de Fevereiro, 2016

Os deputados do PSD/Açores na Assembleia da República questionaram o ministro do Ensino Superior no sentido de saber se o governo da República está ou não disponível para assumir os custos da insularidade da Universidade dos Açores.

Em pergunta escrita feita ao ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Berta Cabral e António Ventura salientaram que a Universidade dos Açores “tem vindo a debater-se com graves dificuldades financeiras decorrentes da dimensão e natureza do mercado onde está inserida”.

“Com efeito, a Universidade dos Açores, com sede na ilha de São Miguel, com um polo na ilha Terceira e outro na ilha do Faial, tem custos acrescidos relacionados com a insularidade da Região e com a tripolaridade associada à sua descontinuidade geográfica relativamente ao continente e à dispersão interna por três ilhas”, afirmaram.

Os deputados social-democratas açorianos sublinharam que os custos derivados da insularidade e da tripolaridade ascendem a cerca de 1,5 milhões de euros, de acordo com um estudo elaborado recentemente pela Universidade dos Açores.

“É inegável a importância que a Universidade dos Açores tem para o sistema de ensino superior nacional, pelas áreas de conhecimento a que se dedica, e é também importante relevar o papel que desempenha na coesão social e económica da Região Autónoma dos Açores, proporcionando, num plano de proximidade, que qualquer pessoa possa ter acesso a um ensino superior de qualidade”, frisaram.

Berta Cabral e António Ventura pretendem ainda que o governo da República explique se “considera o a possibilidade de proceder à transferência de fundos comunitários para fazer face a necessidades de financiamento da Universidade dos Açores”.