PSD/Açores defende mecanismos de compensação à interdição de pesca do goraz
Publicado em 11 de Fevereiro, 2016

Os deputados do PSD/Açores na Assembleia da República defendem que o Governo da República e o Governo Regional “devem solicitar a ativação dos mecanismos comunitários de compensação, no âmbito do Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e da Pesca, para fazer face ao período de defeso da pesca do goraz, entre 15 de janeiro e 29 de fevereiro”.

Segundo explicou António Ventura, esse período de defeso “foi estabelecido pelo Governo Regional, e fez com que o rendimento dos pescadores açorianos diminuisse muito. Ainda mais porque ocorre numa altura em que o inverno tem sido desfavorável, impedindo a pesca de outras espécies piscícolas e afetando toda a fileira”.

O social-democrata explicou que os pescadores açorianos “se queixam destas duas situações, que estão a ser lesivas para os seus rendimentos. A interdição à pesca do goraz é uma medida de sustentabilidade na gestão da espécie, mas não se pode esquecer a perda de rendimento dos pescadores açorianos”.

Berta Cabral e António Ventura apontam “a ativação dos mecanismos comunitários de compensação, ou a criação de mecanismos de compensação próprios. Mas têm de ser os governos regional e da República a demonstrar interesse por essas soluções, e foi nesse sentido que questionamos o executivo nacional”.