“Viola da Terra” fará parte do ensino secundário regional
Publicado em 14 de Janeiro, 2016

A Assembleia Legislativa dos Açores aprovou, por unanimidade, uma proposta do grupo parlamentar do PSD/Açores “recomendando ao Governo Regional que assegure, junto do Governo da República, a homologação do ensino secundário da ‘Viola da Terra’ açoriana”.

“Este foi mais um passo para a preservação e a dignificação da tradição cultural do povo açoriano”, disse o deputado José Andrade, durante a apresentação da iniciativa.

Segundo o social-democrata, “e volvidos cinco séculos de divulgação popular, três décadas de curso livre e dez anos de curso curricular, a “Viola da Terra” precisa e merece dar o passo que lhe falta para a dignificação pedagógica, como instrumento de excelência da música açoriana”, adiantou.

“Com a homologação regional da sua aprendizagem no ensino artístico de nível secundário, para os devidos efeitos, vai permitir-se que os alunos do curso básico de Viola da Terra possam prosseguir estudos naquela área”, defendeu.

A proposta do PSD/Açores visa implementar o ensino da Viola da Terra, “através do Conservatório Regional de Ponta Delgada e das escolas de ensino artístico integrado nas ilhas Terceira, Faial, Pico e Graciosa”.

José Andrade lembrou que “os Açores foram pioneiros nacionais no ensino oficial da sua viola regional, mas foram ultrapassados pela Madeira e pela região norte do continente português, ao nível do reconhecimento oficial do ensino secundário de instrumentos tradicionais”.

“Esta iniciativa é o passo que faltava para que se recupere o tempo perdido”, concluiu.