Programa do Governo “esquece produção de leite nos Açores”
Publicado em 04 de Dezembro, 2015

A deputada do PSD/Açores à Assembleia da República, Berta Cabral, criticou o Programa do Governo por ser “completamente omisso em relação ao principal setor económico dos Açores, a produção de leite, que atravessa, neste momento, a crise mais grave dos últimos 40 anos, devido ao fim das quotas leiteiras, pela mão de um governo do PS e do seu ministro Jaime Silva”.

A social-democrata falava durante a discussão daquele documento, onde questionou o primeiro-ministro sobre o assunto, frisando que o programa apresentado pelo PS “não dedica uma única palavra à Agricultura e à produção do leite, e respetiva fileira do setor, para os Açores”, criticou.

Berta Cabral frisou que a Agricultura “está presente em todas as dimensões da atividade económica dos Açores, pelo que nunca poderia ser esquecida por um Programa do Governo que, inclusivamente, trata com detalhe outras medidas, referentes a outras áreas económicas para a Região”.

“Se o programa fosse vago, no seu conjunto, eu nem estaria colocar a questão”, disse a deputada do PSD eleita pelos Açores, que exigiu saber “o que pensa o primeiro-ministro, e o que pensa o seu governo fazer, para compensar a perda de rendimento dos agricultores açorianos, que já atinge os 30 milhões de euros nos últimos sete meses”.

Segundo Berta Cabral, esta é “uma situação que merece uma atenção especial por parte deste governo, até em função das promessas eleitorais que [António Costa] fez durante a sua visita aos Açores”.

A deputada eleita pelo PSD/Açores lembrou ainda que a Agricultura é um setor “que cria riqueza, que cria emprego direto e indireto, que promove o turismo e as exportações, valoriza o território, protege o Ambiente, conserva a Natureza e preserva a biodiversidade do arquipélago”.