Governo regional “está a falhar” no combate ao consumo de droga nas escolas
Publicado em 11 de Dezembro, 2015

O PSD/Açores criticou o “falhanço” do Governo Regional no combate ao consumo de drogas nas escolas, frisando que “a avaliação negativa não é nossa, é de quem trabalha diariamente com aquelas problemáticas”.

“São críticas que chegam de diversas instituições que atuam na área, inclusive de departamentos sob a dependência do próprio governo”, disse o deputado social-democrata Cláudio Almeida.

Segundo o parlamentar do PSD/Açores, “os vinte anos de governação socialista têm impedido que se reconheçam problemas em várias áreas e, pior ainda, estão a impedir que sejam criados instrumentos para combater muitos dos problemas que vivemos nas nossas ilhas”.

“E a toxicodependência é um desses problemas, sendo o consumo de drogas em ambiente escolar um problema especialmente grave nos Açores”, considerou.

Cláudio Almeida citou o Relatório Anual sobre “A Situação do País em Matéria de Drogas e Toxicodependências 2013”, do Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências (SICAD), que apresenta números “que devem envergonhar o governo regional, pois o estudo comprova a ineficácia das estratégias seguidas, mostra que em bom rigor o governo regional não tem feito nada do âmbito do combate à toxicodependência”.

O deputado do PSD/Açores lembrou que os Açores são a região do país “com maior consumo de drogas em meio escolar e a região do país com mais jovens estudantes do 3º ciclo a consumirem produtos estupefacientes. No ensino secundário, a taxa de consumo sobe para os 25,1%, colocando os Açores acima da média nacional”, frisou.

“Nos Açores, 6,5% dos jovens entre os 16 e os 35 anos de idade, já consumiu drogas. Também uma das mais altas taxas do país”, acrescentou o deputado.

“Ou seja, o governo regional está a falhar. Falha no combate ao insucesso escolar, falha no combate ao abandono escolar e falha também no combate ao consumo de drogas nos estabelecimentos de ensino”, afirmou.